Oficina com Roteiristas Negras 2017

Regulamento


1. APRESENTAÇÃO 1.1 A OFICINA COM ROTEIRISTAS NEGRAS 2017 é uma parceria entre o Espaço Itaú de Cinema e o site Mulheres Negras no Audiovisual Brasileiro. O objetivo da oficina é desenvolver projetos autorais de curta metragem de 15 roteiristas negras brasileiras, a fim de ampliar a presença de roteiristas negras no mercado audiovisual brasileiro. A produção é da NOIX CULTURA e a iniciativa conta com o apoio da Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro - APAN. 1.2 A oficina será realizada nos dias 02, 03, 04 e 05 de novembro, das 9h às 15h, no Espaço Itaú Augusta | Anexo, localizado na Rua Augusta, 1470, bairro Consolação, São Paulo - SP. 1.3 A oficina será ministrada pelo professor cubano Eliseo Altunaga. Roteirista, consultor e escritor cubano de 76 anos, Eliseo Altunaga é Decano no Departamento de Roteiro da Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños (EICTV), Cuba, e nos últimos dez anos vem assessorando e co-roteirizando importantes filmes da retomada do cinema chileno, em parcerias com Pablo Larraín (Tony Manero, Postmortem, Neruda e NO - nomeado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro) e Andres Wood (Machuca, Violeta Foi Para o Céu, nomeada ao Prêmio Goya e Melhor Filme Internacional em Sundance). Escreveu roteiros para longa-metragens, telefilmes, séries de TV, programas para a Rádio Cubana, além de haver publicado 8 romances. Professor Titular da Universidade de Arte (ISA), no Departamento de Dramaturgia e Roteiro da Faculdade de Arte, Mídia e Comunicação Audiovisual de Havana, também ministra oficinas e conferências pela América Latina e Europa 1.4 A oficina será ministrada em espanhol e haverá tradução para o português por uma professora assistente brasileira. 2. INSCRIÇÕES 2.1 As inscrições para a OFICINA COM ROTEIRISTAS NEGRAS 2017 deverão ser feitas na página Mulheres Negras no Audiovisual Brasileiro até às 23h59 (Horário de Brasília) do dia 15 de outubro de 2017. 2.2 Podem ser inscritos na OFICINA COM ROTEIRISTAS NEGRAS 2017 argumentos de curta metragem de ficção original ou adaptações literárias, mediante autorização das/dos autoras/autores quando a obra ainda não for de domínio público; projetos de curta metragem documentário, curta metragem híbrido (que misturem ficção e documentário) ou experimental criados por mulheres negras (cis ou trans), maiores de 18 anos, que sejam brasileiras natas ou naturalizadas, residentes no Brasil nos últimos dois anos. 2.3 Serão aceitas apenas inscrições de argumentos escritos em português. 2.4 Não serão aceitos projetos de longa metragem, série, websérie ou reality. 2.5 Para formalizar a inscrição, que é feita integralmente online, a roteirista deve preencher a ficha de inscrição na página Mulheres Negras no Audiovisual Brasileiro, confirmar a aceitação de todas as regras contidas neste regulamento e enviar um arquivo com o argumento do curta metragem no formato PDF ou .doc ou .docx com no máximo 01 (uma) página e 04 (quatro) páginas de um roteiro de sua autoria. 2.6 As autoras inscritas com argumentos derivados de obras originais de terceiros deverão apresentar cessão de direitos ou termo de autorização para adaptação com assinatura por parte dos detentores dos direitos. A não apresentação resultará no indeferimento da inscrição. 2.7 Não é obrigatório que o argumento esteja registrado no Escritório de Direitos Autorais (EDA) da Biblioteca Nacional, mas a organização recomenda que o registro seja feito para segurança da(s) própria(s) autora(s). 2.8 Serão indeferidas as inscrições feitas apenas com o preenchimento da ficha de inscrição sem o envio do arquivo com argumento em formato PDF ou .doc ou docx. 2.9 Serão indeferidas as inscrições feitas após 23h59 do dia 15 de outubro de 2017. 2.10 Serão indeferidas as inscrições feitas fora da página Mulheres Negras no Audiovisual Brasileiro 3. SELEÇÃO 3.1 Serão selecionados 15 argumentos de curta metragem, sendo 7 (sete) argumentos de autoras residentes na região da Grande São Paulo e 8 (oito) argumentos de autoras residentes fora da Grande São Paulo. 3.2 Por Grande São Paulo, compreendem-se os municípios de Arujá, Barueri, Biritiba-Mirim, Caieiras, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Embu, Embu-Guaçu, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Franco da Rocha, Guararema, Guarulhos, Itapevi, Itapecerica da Serra, Itaquaquecetuba, Jandira, Juquitiba, Mairiporã, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Poá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Salesópolis, Santa Isabel, Santana de Parnaíba, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul , São Lourenço da Serra, São Paulo, Suzano, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista. 3.3 Os projetos serão selecionados por uma comissão de seleção formada por mulheres roteiristas e produtoras com experiência no mercado audiovisual. O Espaço Itaú de Cinema e o site Mulheres Negras no Audiovisual Brasileiro, como organizadores da OFICINA COM ROTEIRISTAS NEGRAS 2017 possuem plena autonomia para definir a comissão de seleção. 3.4 Os argumentos serão escolhidos pela comissão de seleção a partir dos critérios: visão original, estrutura, personagens (quando houver) e viabilidade. 3.5 As decisões da comissão de seleção serão soberanas e irrevogáveis. 3.6 A divulgação dos argumentos selecionados será realizada no site Mulheres Negras no Audiovisual Brasileiro no dia 23 de outubro de 2017. As autoras selecionadas serão contatadas diretamente pela organização da Oficina. 4. PARTICIPAÇÃO 4.1 Somente poderão participar da oficina como representantes dos argumentos selecionados as autoras indicadas como autoras na ficha de inscrição. 4.2 Não há limite do número de inscrições por autora, mas cada autora somente poderá participar da OFICINA COM ROTEIRISTAS NEGRAS 2017, caso seja selecionada, com apenas um argumento. 4.3 As 8 (oito) autoras selecionadas residentes fora da Grande São Paulo (vide item 3.2) receberão passagem de ida e volta da sua cidade de residência até a cidade de realização da oficina (São Paulo - SP) assim como os custos de alimentação e hospedagem durante o período de realização da oficina. 4.4 As 7 (sete) autoras selecionadas residentes na Grande São Paulo (vide item 3.2) receberão alimentação durante o período de realização da oficina. 4.5 No caso de residentes fora da Grande São Paulo, a organização da oficina custeará apenas a passagem e hospedagem de 1 autora por argumento selecionado. 5. CONTRAPARTIDA 5.1 Como CONTRAPARTIDA pela participação na Oficina, as autoras selecionadas se comprometem a inserir nos créditos finais do filme feito a partir de seu roteiro uma cartela exclusiva, entre a parte relativa ao elenco e a parte relativa à equipe técnica, em todas as suas cópias, contendo os seguintes dizeres: Este filme participou da OFICINA COM ROTEIRISTAS NEGRAS, ministrada por Eliseo Altunaga no Espaço Itaú de Cinema nos dias 02, 03, 04 e 05 de novembro de 2017, realizada em parceria com o site Mulheres Negras no Audiovisual Brasileiro. 5.2 Ao realizar sua inscrição, a autora manifesta ciência das datas de realização da OFICINA COM ROTEIRISTAS NEGRAS 2017 e se compromete a estar presente durante o tempo integral de realização da Oficina. 5.3 As autoras selecionadas dispõem-se a ceder seu direito de imagem e voz para gravação de material promocional da OFICINA COM ROTEIRISTAS NEGRAS 2017, a ser divulgado nas salas de cinema do Espaço Itaú, no site Mulheres Negras no Audiovisual Brasileiro, assim como nas redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIn e outras que venham a ser criadas) desses organizadores. 6. DISPOSIÇÕES FINAIS 6.1 Os casos omissos serão soberanamente decididos pela organização. 6.2 Informações adicionais e respostas a dúvidas podem ser obtidas pelo e-mail oficinaeliseo@gmail.com São Paulo, 25 de setembro de 2017.



Inscrições encerradas - Resultado do processo seletivo em 23/10
Voltar